Guarulhos pode ter nova greve nos ônibus caso não haja acordo


Foto: Reprodução/BandNews

A cidade de Guarulhos pode ter uma nova greve nos ônibus, caso não haja acordo entre empresas e trabalhadores. O sindicato da categoria, o Sincoverg, informou que deu um prazo para que a empresa atenda suas reinvindicação dos empregados.

A entidade deu a declaração posteriormente a uma assembleia realizada por funcionários de diversas empresas de transporte; as quais atuam em Guarulhos. Como resultado, os ônibus saíram com cerca de duas horas de atraso para a operação. De acordo com a EMTU, os colaboradores protestavam contra o parcelamento do pagamento do 13° para parte deles.

De acordo com o Sincoverg, além dos problemas com o 13°, houve também outras pautas como, por exemplo, o pagamento de direitos trabalhistas àqueles com contratos suspensos. Uma media provisória editada pelo governo federal autorizou as suspensões, durante um tempo.

“Os condutores, como serviço público essencial, mantiveram suas atividades durante todo esse período, inclusive na quarentena, sendo que muitos tiveram que fazer horas extras para manter o serviço à população. Um acordo para a forma de pagamento dessas horas extras já havia sido feito com as empresas, e tem de ser cumprido, dentro do prazo.”, informou o sindicato.

Em virtude do ato, houve prejuízos à operação de quatro empresas. São elas: Vila Galvão, Guarulhos Transportes, Transdutra e Viação Arujá . Desse modo, passageiros tiveram que encarar ônibus mais cheios após estes irem pras ruas; já que apenas veículos do sistema RTO (Reserva Técnica Operacional) e vans clandestinas estavam rodando.


TAGS: greve guarulhos – greve onibus – guarulhos greve – greve onibus guarulhos – greve de onibus em guarulhos

Compartilhe esta notícia:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.