Empresa diz que transporte urbano está “à beira do colapso”

Empresa diz que transporte urbano está “à beira do colapso”

Uma empresa operadora emitiu uma nota nessa semana, dizendo que o transporte urbano no país está “à beira do colapso”. Operadora de linhas na região do Alto Tietê, a Radial Transporte alega que o setor passa por maus bocados desde o início da pandemia. A princípio, ela enfatiza o aumento nos custos, como combustível e peças. Contudo, há ainda indagações quanto a falta de aumento nas passagens, por exemplo.

De aacordo com a companhia, a situação se agravou com a queda brusca de passageiros na pandemia. Ela fala que precisou colocar toda a frota em pleno funcionamento, apesar de menos pessoas usarem. Cabe ressaltar, no entanto, no que diz respeito ao sistema EMTU, que diversas linhas operaram com horários de domingo. Algumas foram ainda paralisadas por completo.

Outro ponto seria a falta de linhas de crédito nesse período. Segundo a empresa, apesar da queda de cerca de 80% nas receitas, o setor não conseguiu crédito na praça para se manter. Sendo assim, ela conta que a única saída “foi o endividamento e a perda patrimonial”. Ela classifica o cenário como um “desastre”.

Além disso, as queixas se estendem ainda para o sindicado dos trabalhadores do transporte urbano na região. Isso porque a entidade teria pedido um aumento real de 5%, além da correção da inflação. Nas palavras da Radial, esse e outros pontos tornam inviável a recuperação econômica das empresas.

Dados

Para embasar sua preocupação, a Radial trouxe dados sobre o aumento de preços que impacta o setor. O índice geral de inflação (IGP-DI) em 2021, por exemplo, até Outubro, já alcançou quase 20%. Já o preço do litro do Óleo Diesel, um dos componentes de maior impacto nas contas das empresas do meio, registrou média de R$5,10 em outubro. Comparando, antes da COVID-19 no Brasil, em Janeiro de 2020, sua média de preços era de R$3,88, de acordo com gráficos da operadora.

Quanto ao aumento das passagens, nas cidades do Alto Tietê, os últimos datam de 2019. A cidade que aumentou por último foi Itaquá, cuja tarifa subiu em Julho daquele ano. As tarifas por lá variam entre R$4,40 e R$4,50, levando em conta linhas municipais.

Transporte urbano
Gráfico com registros de preços de Diesel. Divulgação/Radial

Já conhece todos os canais do portal Linhas Metropolitanas? Nossa rede se estende pelo Facebook, Twitter, Instagram e YouTube! Clique/toque aqui e siga-nos nas redes sociais!

Transporte urbano
Compartilhe esta notícia:
Allef

Allef

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.