Pedido de integração de linhas da EMTU no Vila Sônia vira projeto de lei

Pedido de integração de linhas da EMTU no Vila Sônia vira projeto de lei

O pedido de usuários para que o estado crie um sistema de integração melhor na Estação Vila Sônia virou projeto de lei. Ele é de autoria do deputado estadual Maurici, e veio a público na última quinta-feira. A intenção é tentar conter os gastos adicionais que passageiros da Grande São Paulo obtiveram, após o corte de várias linhas da EMTU naquela estação.

De acordo com o projeto, a integração se tornaria gratuita quando o passageiro fizesse o trajeto “ônibus > metrô”. Por outro lado, no sentido “metrô > ônibus”, o passageiro pagaria apenas a diferença da tarifa entre os dois sistemas. A criação da integração na Estação Vila Sônia faria com que a viagem de Embu das Artes, Taboão da Serra e Itapecerica da Serra a Pinheiros, por exemplo, pudesse ser feita com o mesmo gasto de antes do corte das linhas da EMTU.

O autor do projeto, inclusive, usou este argumento como justificativa. “Trabalhadores e estudantes, que antes podiam ir a Pinheiros com uma passagem, passaram a ter que pagar mais uma”, disse Maurici. O portal Linhas Metropolitanas mostrou, em Maio, o quão caro ficou a viagem dos moradores da região; Relembre:

Com Vila Sônia, Usuários da EMTU gastarão até R$180 a mais por mês para ir a Pinheiros

ALESP

Em Junho deste ano, um morador de Juquitiba se dirigiu à ALESP para tratar sobre a questão. Ele levou consigo diversos ofícios, endereçados a cada deputado, falando sobre os problemas trazidos pelo corte de linhas da EMTU no Vila Sônia. A ação de Wagner Melo, que também administra uma página sobre Juquitiba nas redes sociais, fez com que alguns parlamentares se movimentassem quanto ao assunto.

A deputada Janaína Paschoal, por exemplo, enviou um ofício ao governo, em Junho, pedindo celeridade ao assunto. Ela cita, inclusive, a cláusula de concessão da linha amarela à empresa ViaQuatro que deu o pontapé inicial para que o corte nas linhas da EMTU ocorresse. “Não é cabível que cidadãos, que até então se utilizavam do percurso para realização dos seus afazeres cotidianos, sejam prejudicados por questões contratuais.” disse a deputada. De acordo com apuração do portal Linhas Metropolitanas, até a manhã desta sexta-feira (12 de Agosto), o ofício ainda não havia sido respondido pelo governo.


Já conhece todos os nossos canais? Não? Sendo assim, saiba que nossa rede se estende pelo Facebook, Twitter, Instagram e YouTube! Então não perca tempo: Clique/toque aqui e siga-nos nas redes sociais!

Compartilhe esta notícia:
Allef

Allef

Um comentário em “Pedido de integração de linhas da EMTU no Vila Sônia vira projeto de lei

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.