Com Vila Sônia, Usuários da EMTU gastarão até R$180 a mais por mês para ir a Pinheiros

Com Vila Sônia, Usuários da EMTU gastarão até R$180 a mais por mês para ir a Pinheiros

Inauguração do Terminal Vila Sônia fará passageiros da EMTU gastarem mais pra chegar em Pinheiros.

Com a inauguração do Terminal Vila Sônia, os passageiros da EMTU terão que gastar até R$180 a mais por mês para chegarem em Pinheiros. A conta se baseia no valor atual da passagem mais cara de linhas que hoje atendem o bairro e que sofrerão mudanças com a abertura da nova estação de Metrô, somada à tarifa cheia dos trilhos, para quem não tiver o Cartão TOP.

Das linhas que vão mudar, a que tem valor de passagem mais alto hoje é a linha 396, que parte de Cotia. Atualmente, sua tarifa é de R$6,70, sendo que o valor não será reduzido mesmo com o encurtamento da linha na Estação Butantã. Sendo assim, os cotianos que usam a linha vão ter que pagar mais R$2,90 por viagem para acessar o metrô. Isso resulta num gasto diário de R$19,20, somando ida e volta. Neste contexto, caso o uso do transporte seja de segunda a sexta, o gasto adicional será por volta de R$121 por mês

A situação piora se o passageiro não tiver o cartão TOP. Sem ele, cada um terá que desembolsar mais R$4,40 no metrô; o que, somando com a tarifa do ônibus e levando em conta ida e volta, dá um total de R$22,20. Neste pior cenário, por exemplo, o usuário da linha 396 deverá desembolsar por mês cerca de R$184 a mais em suas viagens, caso faça o trajeto apenas nos dias úteis.

Cabe ressaltar ainda que, com o TOP e o gasto adicional mensal a R$121, se mantida a mesma rotina durante o ano, esse gasto chega a nada modestos R$1.452 anualmente. Isso já é o 13° salário de muita gente.

Outras linhas

Parte das linhas que sofrerão o corte terão uma redução no valor da passagem. No caso das linhas 078, 090, 125, 125BI1 e 128, por exemplo, que saem de Embu das Artes e irão somente até o Vila Sônia a partir do dia 28, assim como algumas outras, a tarifa irá para R$5,15. Hoje, a tarifa destas linhas custa entre R$5,55 e R$5,80. Outras, no entanto, manterão o mesmo valor ou terão quedas menores, como é o caso das linhas 032 (R$5,80) e 033 (de R$5,80 para R$5,65), por exemplo. Nestes casos, o gasto adicional por mês para quem tem o Cartão TOP ficará entre R$105 e R$121, considerando ida + volta, em uma rotina de viagens de segunda a sexta.

Parte dos cortes de linhas da EMTU que vão até Pinheiros decorre do contrato que deu a operação da linha 4 – amarela à entes privados. Nele, há cláusulas de risco que protegem a operadora de “frustração de demanda” e consequente diminuição na receita da empresa. Originalmente, o contrato previa o corte de cerca de 25 linhas da EMTU na Estação Vila Sônia, de acordo com publicações no Diário Oficial à respeito da concessão dos ônibus da EMTU. Todas elas vinham das cidades de Embu das Artes, Taboão da Serra e Itapecerica da Serra.

Destas, 11 deixaram de existir nos últimos anos, e outras duas ganharam outras numerações.

Parte do contrato de concessão da Linha 4
Parte do contrato de concessão da Linha 4
Fragmento do Diário Oficial de São Paulo, que mostra resposta a perguntas feitas ao governo durante audiência sobre licitação de linhas da EMTU.

Apesar de as medidas adotadas aumentarem em demasia as previsões de gasto com transporte de moradores destas cidades, o governo de SP ainda não ofereceu alternativas para mitigar este impacto.

Fique por dentro!

Já conhece todos os nossos canais? Não? Sendo assim, saiba que nossa rede se estende pelo Facebook, Twitter, Instagram e YouTube! Então não perca tempo: Clique/toque aqui e siga-nos nas redes so

Compartilhe esta notícia:
Allef

Allef

Um comentário em “Com Vila Sônia, Usuários da EMTU gastarão até R$180 a mais por mês para ir a Pinheiros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.