EMTU define mudanças no transporte de Embu-Guaçu após protestos

EMTU define mudanças no transporte de Embu-Guaçu após protestos

A EMTU definiu algumas mudanças no transporte intermunicipal de Embu-Guaçu após protestos de alguns moradores há algumas semanas. O plano de mudanças veio nesta semana. Ela trata sobre ações à respeito das linhas que ligam Embu-Guaçu à São Paulo.

De acordo com a empresa, a partir de semana que vem, a quantidade de partidas programadas para a linha 012 será dobrada. Sendo assim, ela passará das atuais 12 partidas para 24 partidas (12 por sentido). Esta linha é a que liga a Vila Dirce ao Terminal Grajaú. No entanto, para isso a linha 226 deve perder 8 partidas nos dias úteis, segundo a proposta.

Em contrapartida, a estatal também sinalizou a inclusão de 8 partidas na linha 226 aos sábados e duas aos domingos. Ela alega que as mudanças representam um ganho de 3% em viagens programadas ao Grajaú nos dias úteis, 9% aos sábados e 4% aos domingos.

Outro ponto que o órgão abordou foi a frota que hoje opera em ambas as linhas. De acordo com ele, ainda na semana que vem, cinco ônibus Fabricados em 2014 devem substituir cinco modelos de 2011 na linha 226. Na linha 012, a empresa prometeu colocar dois ônibus de 2014 na operação. Além disso, ela ainda se dispôs a trocar mais ônibus de 2011 por ônibus de 2013 em até 30 dias nessas linhas, na mesma proporção da primeira troca. Cabe ressaltar que, por determinação da EMTU, a idade máxima da frota é de 10 anos, devendo as empresas encomendarem novos ônibus dentro deste prazo.

Há ainda um comprometimento na melhoria do atendimento aos passageiros por parte da operação. Para isso, devem ocorrer treinamentos com a tripulação. Eles abordarão questões de comportamento, direção segura e atendimento ao público.

Outras mudanças

A EMTU também relatou que realizou manutenções nos validadores dos terminais, usados para validar os créditos dos cartões BOM/TOP e para integração com a SPTrans e com os trens. Ela também ressaltou que ainda tenta junto à Prefeitura de São Paulo uma ampliação no itinerário da linha 582, que há alguns anos cobre apenas um pequeno trecho entre o Campestre e o Cipó do Meio.

Além disso, o público deve passar a contar com mais uma integração para a linha 226, desta vez com as linhas 558 e 563, que vão ao Capão Redondo. A tarifa integrada será de R$5,05, essa proposta, contudo, ainda passa pelo crivo da Sec. de Transportes Metropolitanos. Sendo assim, caso aprovem, a linha 226 terá um total de mais de 40 integrações, somando linhas de São Paulo e da EMTU.

Por fim, a EMTU mencionou ainda o encurtamento das linhas 012 e 226 na Estação Varginha do sistema de trens, quando está ficar pronta. Segundo ela, o corte vai trazer uma economia de 20 minutos na viagem entre Embu-Guaçu e São Paulo. Porém, ela não disse como vão ficar as integrações com a SPTrans quando isso ocorrer.

A gestora dos ônibus intermunicipais solicitou ainda a colaboração da Prefeitura de Embu-Guaçu no que diz respeito à conservação do pavimento . As más condições do viário foram um dos motivos pelos quais ela alegou não haver ônibus mais novos na cidade. De acordo com a Câmara de Vereadores, a licitação do programa “tapa-buracos” deve sair ainda este mês.

Fique por dentro!

Já conhece todos os canais do portal Linhas Metropolitanas? Não? Então, saiba que nossa rede se estende pelo Facebook, Twitter, Instagram e YouTube! Clique/toque aqui e siga-nos nas redes sociais!

Compartilhe esta notícia:
Allef

Allef

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.