Perueiro fechou rua para discutir com motorista de ônibus em Cotia

Perueiro fechou rua para discutir com motorista de ônibus em Cotia

Um perueiro fechou uma rua em Cotia, na região Oeste da Grande São Paulo, para discutir com um motorista de ônibus. O caso aconteceu na última semana, próximo ao prédio da Câmara de Cotia, na região central. As informações são do Jornal Cotia Agora.

O micro-ônibus do perueiro que fechou a rua faz parte do Transporte Alternativo de Cotia. Já o ônibus, da Viação Raposo Tavares, opera por linhas da EMTU na região. Ele estava a serviço da linha 035, que liga o Mirante à estação Butantã de metrô, em São Paulo. De acordo com o jornal, ninguém sabe ao certo o que motivou a discussão. Fato é que ela gerou uma fila de veículos – inclusive outros ônibus e micro-ônibus na Rua Guido Fecchio, onde se passou o caso.

Cenas como esta, envolvendo motoristas de ônibus e peruas, ocorrem corriqueiramente em Cotia, de acordo com moradores. No mês passado, o Portal Linhas Metropolitanas noticiou uma briga entre um motorista de ônibus da e um perueiro do sistema RTO. Segundo passageiros, após algumas fechadas ao longo da Rodovia Raposo Tavares, o ônibus teria fechado a perua e chamado uma viatura da Guarda Civil.

O transporte alternativo de Cotia passa por um período de discussões sobre o futuro do sistema. Em Julho deste ano, por exemplo, a prefeitura realizou audiências públicas para discutir a licitação das peruas. No entanto, o processo segue sem muitas novidades desde então. Ainda de acordo com o “Cotia Agora”, leitores têm reclamado da qualidade do serviço, bem como da falta de ações da prefeitura.


Já conhece todos os canais do portal Linhas Metropolitanas? Não? Sendo assim, saiba que nossa rede se estende pelo Facebook, Twitter, Instagram e YouTube! Então não perca tempo: Clique/toque aqui e siga-nos nas redes sociais!

Compartilhe esta notícia:
Allef

Allef

Um comentário em “Perueiro fechou rua para discutir com motorista de ônibus em Cotia

  1. O problema aqui é que as peruas são extremamente espaçosas, eles andam na frente do ônibus bem devagar atrapalhando o trânsito das vias e os ônibus e, muitas dessas são linhas que fazem-no mesmo itinerário dos ônibus. Há verdade é que não a prefeitura faz vista grossa a essa situação e quem sempre paga é a população. Uma vergonha que ocorre a anos em Cotia e ninguém faz nada. Sempre as mesmas histórias e relatos aqui em Cotia, em Suzano, em Itapecerica. Enfim prefeitos que não fazem nada e ajbda dão subsídios e incentivos ao transporte com veículos dos ano 90 ou mesmos novos Sen cuidado de manutenção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.