Metra trabalha para reativação do serviço Metra Class, com novo trajeto


A Metra, que opera linhas intermunicipais no Corredor ABD, está trabalhando para a reativação do Serviço Metra Class. O serviço, que utiliza ônibus rodoviários, está paralisado há mais de um ano por problemas com a prefeitura de São Paulo. Sem data para retorno, o pedido de reativação já está tramitando pela Secretaria de Transportes Metropolitanos.

Pela proposta, o atendimento “287UBus”, como esta nova linha está sendo chamada, a operação deve ocorrer entre os terminais metropolitanos Diadema e Santo André Leste. A previsão é de que três ônibus realizem 19 partidas para Diadema e 18 para Santo André, apenas nos dias úteis. Se aprovada, a tarifa deve ser de R$7,50.

O Metra Class é um serviço de ônibus por aplicativo criado pela empresa, em parceria com o app UBus. Ele operava entre o Terminal São Bernardo e a região da Vila Olímpia, em São Paulo. Utilizando a estrutura do Corredor ABD e do corredor Berrini, ele consistia em uma linha de ônibus na qual os passageiros compravam a passagem por meio de um aplicativo de celular. Desta forma, o ônibus parava para embarque e desembarque apenas nas paradas informadas pelos clientes por meio do app.



Apesar de serem do tipo rodoviário, os ônibus tinham uma porta do lado esquerdo. Isso possibilitava o embarque nos pontos ao longo das avenidas Cupecê, Vicente Rao, Roque Petroni Jr. e Berrini, com paradas no canteiro central. Os coletivos, de modelo Marcopolo Paraíso, também contavam com ar condicionado, motor traseiro, Wi-Fi a bordo e até um serviço de streaming gratuito.

Porém, após alguns dias de operação, alguns ônibus foram parados e apreendidos pela SPTrans, sob a alegação de operação irregular. O então secretário municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo, Edson Caram, alegou não ter assinado a autorização de operação dentro do município de São Paulo; mesmo com a possível pré aprovação por parte da SPTrans. Segundo a Metra, o novo serviço já havia sido aprovado pelas autoridades estaduais.

A empresa até tentou recorrer da decisão mas, pelo visto, não obteve sucesso.

Bandeja presente em todas as poltronas, para apoio de notebooks e outros objetos.
Compartilhe esta notícia:
Tagged: ,

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.