Secretário de transportes metropolitanos é solto pelo STF


O Supremo Tribunal Federal mandou soltar o Secretário de Transportes Metropolitanos (afastado) de São Paulo, Alexandre Baldy, na noite da última sexta-feira (08). A decisão foi tomada pelo ministro Gilmar Mendes. O secretário havia sido preso na última quinta-feira (06), e é investigado por supostos crimes na área da saúde quando fazia parte do governo de Goiás.

Na decisão, Gilmar Mendes alegou que é improvável que Baldy queira interferir nas investigações sobre os supostos crimes, que teriam ocorrido há anos. Ele também diz que a prisão temporária não pode ser usada para forçar alguém a produzir provas contra si. O pedido de Habeas Corpus havia sido solicitado pela defesa de Baldy na última sexta-feira (07).

Em nota, os advogados dele disseram que “Não há um indicio de atos ilícitos praticados por Alexandre Baldy.”, e que “os valores apreendidos em sua residência estavam declarados no imposto de renda, como todos os seus bens”, em referência aos R$90 mil reais apreendidos pela Polícia Federal em um dos endereços ligados à ele.

O secretário licenciado da gestão Dória é investigado por fraudes em contratos na área da saúde. Se condenado, responderá pelos crimes de corrupção, peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro.


Compartilhe esta notícia:
Tagged: , , ,

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.