Moradores criam petição online pedindo melhorias no transporte na Ponte dos Barreiros

Foto: Página “Frente da Ponte pra Cá”


Moradores sobretudo da área continental de São Vicente têm se mostrado insatisfeitos com a atual situação do transporte público na Ponte dos Barreiros, que liga as duas partes da cidade de São Vicente: a que fica na ilha e a que fica no continente. Na semana passada, com autorização da justiça, a Prefeitura de São Vicente reabriu parcialmente a ponte (apenas para carros, motos e micro-ônibus) após concluir a primeira etapa das obras de reparação.

Logo quando o debate em torno da situação da ponte começou a vir mais à tona na mídia e entre os próprios cidadãos, alguns moradores criaram uma página no Facebook para acompanhar de perto todo o desenrolar da história, bem como para cobrar que ações efetivas fossem tomadas. Atualmente, o perfil tem pouco mais de 3.500 curtidas.

Conforme noticiamos na última semana, com a proibição do tráfego de veículos pesados (como os ônibus) nesta fase inicial da reforma, tanto a prefeitura de São Vicente/Otrantur quanto a BR Mobilidade/EMTU disponibilizaram micro-ônibus para que os passageiros que chegam de ônibus em um dos lados da ponte possam atravessar para o outro. No entanto, os munícipes alegam que a quantidade de veículos ofertada é insuficiente, o que acarreta em superlotação nos mesmos. Além disso, eles se queixam da necessidade de se fazer mais uma baldeação em locais sem infraestrutura para tal, tornando a viagem mais cansativa e, nas palavras deles, perigosa.



Os administradores da página “Frente da Ponte pra Cá” estiveram no local colhendo depoimentos de alguns desses munícipes. Alguns deles destacam a melhora pela eliminação da necessidade de se caminhar até o outro lado, mas cobram soluções mais práticas. “Deu uma melhorada em não atravessar a ponte a pé, mas em compensação não tem segurança do outro lado, demora bastante esse negócio de ‘sobe ônibus, desce ônibus’, perdemos muito tempo (…). Eles deveriam colocar os micro-ônibus para circular de lá até aqui [de um dos bairros até a ponte] para daqui fazer baldeação”, diz uma passageira em vídeo.

Tantas queixas acarretaram na criação de um abaixo-assinado online como forma de continuar cobrando do poder público mais alternativas. Nele, os vicentinos pedem segurança 24 horas nos locais de integração, mudança dos locais de baldeação dos ônibus intermunicipais, ampliação das viagens feitas por micro-ônibus desde os bairros de origem e construção de um “mini-terminal”. Informações extra-oficiais dão conta de que este último já está sendo implantado em um dos lados da ponte, mas isso ainda carece de informações.

De acordo com a EMTU, a BR Mobilidade conta com 24 micro-ônibus em sua frota intermunicipal. Ao menos antes da reabertura parcial da Ponte dos Barreiros, eles costumavam prestar serviços pelas linhas 903, 913, 929, 944, 950, 951 e 954.

Clique/toque aqui para ler o documento criado pelos moradores

Compartilhe esta notícia:
Tagged: , , , , ,

1 thought on “Moradores criam petição online pedindo melhorias no transporte na Ponte dos Barreiros

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.