Empresa de tecnologia voltada ao transporte realiza campanha para doação de máscaras

A Cittatti, empresa que atua no segmento de monitoramento de frotas, está realizando uma campanha de arrecadação de fundos, visando efetuar doações de máscaras para profissionais que atuam no transporte coletivo.

Segundo o sindicato dos motoristas de São Paulo, por exemplo, já há mais de 500 casos suspeitos de COVID-19 entre motoristas e cobradores na cidade e 30 óbitos registrados. Além disso, a Cittatti ressalta que, segundo uma pesquisa da NTU (Núcleo de Transporte Urbano), cerca de 50% das empresas de transporte coletivo no Brasil podem fechar os portões, uma vez que nem todas estão recebendo auxílio dos governos para continuar as operações, tendo que lidar ainda com uma queda expressiva no número de passageiros.

O modelo que a empresa pretende distribuir aos profissionais do transporte, com o auxílio das doações, é o do tipo “Face Shield”, que cobre toda a face com uma peça transparente. “Quem trabalha o dia todo dentro do ônibus está em risco e exposição constante, lidando com milhares de pessoas o tempo todo.
Sem a devida proteção, além de arriscarem a própria vida, motoristas e cobradores também podem colocar em risco a vida dos seus passageiros e familiares”, comenta a empresa em nota.

Algumas operadoras de linhas intermunicipais já distribuíram remessas de máscaras faciais (de outros modelos) aos seus colaboradores. Desde o dia 4 de maio, por determinação do governo do estado de São Paulo, só é permitido o embarque em linhas intermunicipais utilizando máscaras.

Link para a doação: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/protecao-no-transporte

Profissional utilizando máscara fornecida por operadora na região de Suzano
Máscaras entregues por operadora a colaboradores em Embu das Artes e Taboão da Serra
Compartilhe esta notícia:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.