Ex-funcionários da Viação Atual receberão todas as verbas rescisórias, diz sindicato


O Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Guarulhos (Sincoverg) anunciou que encerrou a negociação de como seria feita a recisão com a Viação Atual, que operava linhas intermunicipais em Guarulhos antes de sair do sistema metropolitano.

Segundo a entidade, no início das negociações, a empresa não estava disposta a pagar as verbas rescisórias aos trabalhadores em um primeiro momento. Após novas tratativas, ela teria se colocado à disposição para repassar 50% das verbas aos seus ex-funcionários, mas sem a multa de 40% sobre o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), o que não teria sido aceito. Eles ainda teriam tentado uma terceira proposta: incluir metade do valor da multa sobre o FGTS nas negociações, mas sem sucesso.

Negadas as primeiras ofertas, a empresa teria se comprometido a pagar todos os direitos trabalhistas; sendo o valor integral da multa de 40% até o dia 30 de Julho, e o valor restante (como férias proporcionais, aviso prévio, entre outros) em 18 parcelas, sendo a primeira no dia 10 de julho. Ainda de acordo com o sindicato, há a possibilidade de que os valores sejam pagos em parcelas menores para aqueles que trabalhavam a menos tempo na viação, já que os valores são menores nestes casos.

Eles disseram ainda que todos os trabalhadores foram informados do acordo e de seus respectivos passos. “As conversas foram duras e longas, mas este mandato jamais aceitaria uma proposta que não respeitasse o trabalhador.”, disse a entidade. Apesar de ter deixado de operar em linhas metropolitanas, a Viação Atual segue com seu serviço de fretamento na Grande São Paulo.

Compartilhe esta notícia:
Tagged: , , ,

1 thought on “Ex-funcionários da Viação Atual receberão todas as verbas rescisórias, diz sindicato

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.