Linha 590 pode ser retirada de circulação


Segundo um proposta que tramitar pela Secretaria de Transportes Metropolitanos, a linha 590 – Guarulhos (Jd. Paraíso) x São Paulo (Metrô Penha) via Ayrton Senna – deve ter suas operações paralisadas nos próximos meses. A intenção de retirada foi publicada oficialmente na última quinta-feira (16).

Atualmente, ela opera com quatro viagens em cada sentido, apenas nos dias úteis e apenas nos horários de pico. Ela pode ser considerada uma ligação “expressa”, já que após passar pela região do Taboão e Av. Natália Zarif, ela segue para a estação Penha utilizando as Rodovias Hélio Smidt e Ayrton Senna. No sentido Guarulhos, ela também atende o Terminal 1 do Aeroporto de Cumbica e o Terminal Taboão, que fica ao lado da estação Aeroporto Guarulhos da CPTM.

Além desta, mais três linhas intermunicipais fazem a ligação entre o Jd. Paraíso e o Metrô Penha: A linha 253, que vai pela Av. Otávio Braga de Mesquita e pela Av. Monteiro Lobato e conta com 44 partidas em cada sentido nos dias úteis, 36 aos sábados e 30 aos domingos, sendo a principal delas; a linha 591, que vai pela Dutra e conta com 27 partidas diárias em cada sentido nos dias úteis e 24 aos sábados; e a linha 591DV1, que faz o mesmo trajeto da 591, mas passando em um pequeno trecho da Av. General Miltom Tavares de Souza, além de operar apenas no sentido Guarulhos.

Conforme procedimento padrão, passageiros prejudicados têm 10 dias corridos para apresentar impugnações sobre a proposta junto à secretaria.

Compartilhe esta notícia: