Ex-funcionários da Piracema negociam homologação da rescisão contratual


Créditos na imagem

Os rodoviários que trabalhavam na Viação Piracema, que operava linhas intermunicipais na Região Metropolitana de Sorocaba, negociaram a homologação de suas rescisões contratuais junto à empresa até esta quinta-feira (24). O Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba esteve acessorando os trabalhadores nessa tarefa.

Entre Julho e Agosto deste ano, os trabalhadores ficaram 33 dias em greve devido ao não recebimento de salários e direitos. A paralisação se encerrou apenas quando a EMTU descredenciou a Piracema de operar no transporte metropolitano, passando as linhas para a São João. O sindicato da categoria se mobilizou para que o então quadro de funcionários da Piracema fosse contratado pela São João.

A homologação é necessária para que os trabalhadores recebam direitos trabalhistas, como o FGTS depositado e, para os que optaram por não se transferirem para a São João, possam dar entrada no seguro-desemprego. Procurada, a Viação Piracema disse não estar pagando as verbas rescisórias por “não ter condições de arcar com esse pagamento na íntegra de imediato”. Com isso, o sindicato acertou com a empresa de ao menos formalizar as saídas dos funcionários, dando baixa na CTPS (Carteira de Trabalho).

O Sindicato também informou que está acionando a justiça para que todas as verbas rescisórias sejam pagas corretamente, pedindo inclusive o arresto dos bens da empresa (apreensão judicial para quitação de dívidas).

Compartilhe esta notícia: