Osasco busca meios para não aumentar tarifa de ônibus

Osasco busca meios para não aumentar tarifa de ônibus

A cidade de Osasco, na região Oeste da Grande São Paulo, está discutindo meios para não precisar subir a tarifa de ônibus no começo de 2023. A discussão ocorreu ao longo do mês de dezembro, e visa evitar o aumento para os passageiros que pagam diretamente a passagem como, por exemplo, com o uso de cartões de transporte do tipo comum.

Agentes envolvidos na operação e gestão do transporte municipal se reuniram no dia 14 de Dezembro para debater as alternativas. O teor da discussão veio a público na última quarta-feira. Estiveram presentes, por exemplo, o Secretário de Transportes, Lau Alencar e o presidente da CMTO, Flávio Lucente. Além deles, compareceram também representantes das empresas Urubupungá e Viação Osasco e membros da sociedade civil.

De acordo com a ata, uma das alternativas que surgiram durante o encontro foi aumentar apenas o valor da tarifa para quem paga a passagem com o vale-transporte. Este sistema já existe em alguns municípios da Grande SP, bem como nos ônibus da EMTU e sistema metroferroviário, cujos valores são mais caros se pagos neste cartão. Além disso, outra hipótese que surgiu foi aumentar o valor também para quem paga em dinheiro. Desta forma, o preço de R$5 para quem paga no cartão comum seria mantido.

A gestão municipal espera que, caso adotada, essa alternativa alivie os cofres públicos da necessidade de se pagar um subsídio maior às empresas. De acordo com cálculos apresentados, se seguirem à risca os custos e o contrato, a tarifa variaria entre R$6,25 e R$6,45. “Você não vai dar benefícios para o empregador, será dado benefício para o usuário que não tem vínculo empregatício ou que não recebe
VT.”, disse o secretário.


Fique por dentro!

Já conhece todos os canais do portal Linhas Metropolitanas? Não? Então, saiba que nossa rede se estende pelo Facebook, Twitter, Instagram e YouTube! Clique/toque aqui e siga-nos nas redes sociais!

Sair da notícia "Osasco busca meios para não aumentar tarifa de ônibus" e voltar à página inicial.

Compartilhe esta notícia: