Com alta em pedágios, algumas linhas da EMTU devem ser reajustadas

Com o aumento nas tarifas dos pedágios em rodovias estaduais, algumas linhas da EMTU devem ter suas tarifas reajustadas. O possível aumento ocorreria nos próximos dias; e seria feito apenas em linhas que passam por praças de pedágio de rodovias sob responsabilidade do estado.



O aumento foi divulgado no último dia 20 pela ARTESP (Agência de Transportes do Estado de São Paulo), que é a responsável pela fiscalização das rodovias sob regime de concessão. Segundo a autarquia, os ajustes de tarifa variam entre 1,88 e 2,13%. Mas nem todas as praças terão aumento real. Na Região Metropolitana de São Paulo, por exemplo, o pedágio da Rodovia Ayrton Senna em Itaquaquecetuba, continuará com o mesmo preço. De acordo com a ARTESP, isso acontece por uma questão de arredondamento.

A mudança nos preços dos pedágios deve impactar nas tarifas de diversas linhas da EMTU. De acordo com levantamento feito pelo Portal Linhas Metropolitanas, só na Grande São Paulo, pouco mais de 15 linhas devem passar por aumento de passagens. dessas, 99% operam na área 2 (Consórcio Anhanguera). Elas ligam principalmente Osasco e São Paulo a Barueri, Santana de Parnaíba e Cajamar. Dessa forma, elas passam pelos pedágios das rodovias Castelo Branco e Anhanguera e do Rodoanel.

Segundo a EMTU, o reajuste ocorre seguindo procedimentos previstos em lei. A medida está estabelecida no parágrafo 4° do decreto 24.675, de 30 de Janeiro de 1986. Em nota, a empresa informou que está desenvolvendo “estudos para definir o valor proporcional do pedágio a ser repassado”, e também que eles “serão enviados à Secretaria de Transportes Metropolitanos, que autorizará a aplicação na tarifa das linhas intermunicipais”.

Ela também esclareceu que é considerado “o valor desembolsado por viagem na praça de pedágio, que é dividido proporcionalmente pelos usuários; por um denominador que representa os passageiros por viagem”.



Outras Regiões

Em outras regiões metropolitanas do estado de São Paulo, as tarifas de parte das linhas intermunicipais também contam com uma parcela do pedágio; que devem sofrer mudanças. Na Região Metropolitana do Vale do Paraíba, o pedágio da Rod. dos Tamoios, em Paraibuna, subirá de R$7,60 para R$7,80. Por lá, passam linhas que ligam Taubaté e São José dos Campos ao litoral norte paulista.

Já na região de Campinas, na Via Anhanguera, subirá para R$8,60 o valor do pedágio de Nova Odessa (por lá passa a linha 633). Já o pedágio de Valinhos – por onde passa a linha 688 – ficará R$9,70. Em Indaiatuba também haverá aumento no pedágio. A praça da SP-075 passará a custar R$14. Linhas da EMTU de Indaiatuba a Campinas passam por lá.

Os valores de todas as praças estão disponíveis no site da ARTESP.

Compartilhe esta notícia:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.