Moradores de Embu-Guaçu temem arrastões em pontos de ônibus


Os moradores da cidade de Embu-Guaçu, na região sudoeste da Grande São Paulo, estão preocupados com recentes casos de assaltos em pontos de ônibus da cidade. Os casos de roubo estariam acontecendo no bairro do Cipó, próximo à divisa com São Paulo. As informações são da página “Embu-Guaçu Oficiosa” .

Segundo os relatos, os roubos acontecem por volta das 6h00 da manhã, horário de grande movimento no transporte público em geral. De acordo com testemunhas, eles estão sendo praticados por homens em duas motos, que roubam principalmente telefones celulares. Alguns dizem que eles mesmos ou familiares escaparam por pouco. “Vamos nos juntar e cobrar pra base [da polícia] abrir 24 horas, minha filha também escapou por pouco de ser assaltada”, diz uma munícipe.

Os pontos mais atacados são os que ficam próximo à Praça da Cobra. As pessoas reclamam de uma base da polícia não funcionar em tempo integral. “A base do cipó serve pra que? No horário que passo está fechada se é 24 horas por que só anda fechada?”, indaga uma moradora. “Eu não sei pra quê fazer (…) base da polícia se nunca tá aberta e quando tá os ‘Polícia’ ta no celular”, comenta outra.

Os munícipes se queixam também da falta de iluminação em outros locais da cidade, e que os assaltos não acontecem só Cipó. “Aqui na rodovia Simões louro Jr. também tá assim e sem dizer que a falta de iluminação em vários trechos da cidade causando mais pânico e insegurança na população.”, argumenta um morador.


Compartilhe esta notícia:

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.