Consórcio Bus+ treina motoristas para lidar com passageiros


Foto: Divulgação/Bus+

O Consórcio Bus+, que opera as linhas intermunicipais da Região Metropolitana de Campinas, está treinando seus operadores para aprimorar o tratamento para com passageiros com mobilidade reduzida.

Neste grupo, incluem-se idosos, gestantes, pessoas que usam muletas ou similares e pessoas em cadeiras de rodas, por exemplo. A ação foi iniciada na última terça-feira (29). Segundo o consórcio, cerca de 750 pessoas participarão do treinamento, e que toda a equipe deve estar treinada até fevereiro de 2020.

O programa consiste em fazer com que os operadores ocupem o lugar destes passageiros. Eles recebem muletas, barrigas falsas, cadeiras de rodas e pesos nos pés, por exemplo, a fim de simular pessoas nas condições de mobilidade limitada. Psicólogos e instrutores acompanham as equipes durante as simulações.

Após devidamente “equipados”, os operadores dão uma volta nos ônibus, mas ocupando o lugar dos passageiros. Dessa forma, eles podem sentir na pele o que os usuários desta categoria passam ao andar de ônibus. “Os motoristas podem perceber o quanto é complicado para quem tem alguma dificuldade de locomoção, seja quando se faz uma curva mais fechada, quando acelera um pouco a mais o ônibus ou ainda quando ocorre uma freada mais brusca”, diz Eliana Vilches, gerente de recursos humanos do Grupo Belarmino, que lidera o consórcio com a empresa Capellini.

Atuando em conjunto, os psicólogos e instrutores orientam os motoristas quanto ao processo de embarque e desembarque destes passageiros, passam regras de dirigibilidade e normas de segurança na condução, além de darem atenção ao comportamento deles e no atendimento ao cliente.

Compartilhe esta notícia: